Faz sentido para mim.

Esquecemos de conversar sobre Poe e até hoje não falamos sobre Kafka. Estamos sempre muito ocupados contando as estrelas vermelhas e planejando os dias de sol. As sombras desaparecem quando tu chegas e eu, finalmente, acredito em Deleuze. A tua estranheza conversa com a minha e, assim, temos um charme compartilhado. Este é o nosso segredo. Confio em ti. Confio no nosso segredo. Espero trinta e seis horas para ouvir tuas ideologias. Espero trinta e seis horas e só escuto sobre amor… talvez a tua ideologia seja exatamente isso, Amor. Faz sentido para mim. As pontas douradas dos teus cachos distantes já me fazem sonhar. Vem! Vem! Os nossos olhos já iluminam o nosso corpo.

Publicidade

3 comentários em “Faz sentido para mim.

Os comentários estão fechados.